quinta-feira, 30 de junho de 2011

* D' de Classe *




Começou sua carreira na época da Jovem Guarda (embora nunca tenha participado no programa apresentada por Roberto Carlos, Erasmo e Wanderléia), obtendo grande sucesso com as canções A praça (de autoria de Carlos Imperial) e Meu bem (uma versão em português do próprio Ronnie para a música Girl dos Beatles). Em 1966, apresentou na TV Record o programa "O pequeno mundo de Ronnie Von", no qual interpretava um personagem baseado no livro O pequeno príncipe, herói da literatura infantil. Ficou conhecido por esse apelido durante alguns anos.
No final da década de 60, Ronnie gravou três discos que são verdadeiras relíquias na história da música brasileira. Abusando da
psicodelia, muito influenciado por Beatles e antenado com o rock feito na época, Ronnie Von grava um disco homônimo, o A Misteriosa Luta do Reino de Parassempre contra o império de Nuncamais e Máquina Voadora. Por contar com o desapontamento da gravadora, que na época acreditou que os discos não eram comerciais, fizeram pouco sucesso à época. Hoje, são comprados por pequenas fortunas por colecionadores.
Nos anos 70 voltaria a fazer sucesso na televisão. Além de apresentar um programa de auditório na
TV Tupi, fez a novela Cinderela 77.Escreveu o livro Mãe de gravata, em que conta sua experiência de ficar com a guarda dos filhos após a separação.
Definindo-se como um
metrossexual, nos últimos anos começou a apresentar programas dirigidos ao público feminino, contando com a participação da sua atual esposa Cristina, que o conhecia desde a infância. Na CNT, comandou o Mãe de Gravata.
Atualmente, Ronnie Von apresenta o programa
Todo Seu, exibido diariamente nas noites da TV Gazeta, a partir das 22h15

Nenhum comentário:

Postar um comentário